13 comentários:
De Flor a 13 de Abril de 2007 às 13:06
A vida é feita de pequenos antídotos para os grandes venenos do dia a dia.


De antídoto a 22 de Março de 2007 às 19:24
Onde se lê leite frio, lê leite quente (sem segundas intenções) :)


De alexia a 22 de Março de 2007 às 14:09
É impressionante como os prazeres de uns podem ser desprazeres para outros:), não é profundo...sou eu que detesto leite frio:).

Até..


De antídoto a 21 de Março de 2007 às 00:57
Está aí para ser usada. Com o que lhe fizeste ou com o que fizeste ao som dela, hun?


De Liana a 21 de Março de 2007 às 00:50
Ui… o Tango! Deu-me “la gana”. Vim roubar-te a música. Com o que lhe fiz espero que não leves a mal.
(tinha de confessar este pecadilho. E agora vou…bailar)


De Mize a 20 de Março de 2007 às 18:51
Caro Imenso da Silva,
Nao vi nada, nem tactei coisa alguma. Portantos, aguardo para ler a tal da outra poesia ;-)


De antídoto a 20 de Março de 2007 às 11:48
maria - José Intenso Imenso da Silva, it's my name : )


De antídoto a 20 de Março de 2007 às 11:41
isabel - Temos tanto em comum.

Drª - Si, cariño.

tanja - Ai a loucura, ai ai...

mize - Xiça, melher, fui activo no duche, que mais queres?!


De maria desejo a 20 de Março de 2007 às 11:35
À espera de outra coisa? Não.

Surpreendeste-me com esta música tão intensa.
Saio daqui com um prazer imenso!


De Mize a 20 de Março de 2007 às 10:10
vosxelência, está muito contemplativo. Atreveria-me a dizer que aí há gato! rsrsrsr


Comentar post