9 comentários:
De A. a 3 de Março de 2007 às 13:24
...




vim só dar uma volta e




...repete repete.


De ailéh a 24 de Janeiro de 2007 às 22:10
oh pah mas que sera essa utópica que te falou de poesia, tu um homem terreno, a escrever poesia, ganda desafio...


De antídoto a 23 de Janeiro de 2007 às 19:56
Opá, vocês desculpem, não sabia que só se podia escrever estas coisas apaixonado. Prometo que não repito : )


De Anónimo a 23 de Janeiro de 2007 às 17:53
Poesia? Nem para escrever nem para ler.
Mas...Enfim, fica-te bem variar!

Claro que prefiro as tuas estórias de sonhos quase reais.

Resumindo: Podes continuar com qq coisinha que a malta quer é que tu escrevas!


De tsel a 23 de Janeiro de 2007 às 16:59
isso é paixão ou perdeste-te nas veredas? :)


De antídoto a 23 de Janeiro de 2007 às 10:20
Não, isto é só uma composição de palavras, não vale nada. Eu sou bonzinho é a fazer redacções.


De Anónimo a 23 de Janeiro de 2007 às 10:02
Temos umas continhas a ajustar..com que então não era escritor! Sim senhor... Seja lá qual for um dos 2 motivos que o leva a exprimir, a coisa saiu mais que composta.
Não que a opinião seja muito válida, a poesia e eu não rimámos muito, mas gostei, bué


De Maria Desejo a 23 de Janeiro de 2007 às 09:40
Poemas?
Gosto de ler.
Mas nem sequer tento escrevê-los.
Deixo para os "profissionais" da coisa...

Olha lá, tu continua a escrevê-los, que o teu continuar tem graça! ;)


De Anónimo a 23 de Janeiro de 2007 às 02:34
catita, pá! rs


Comentar post