De Mize a 23 de Outubro de 2007 às 12:33
...
A porta bateu. A respiraçao dela acelerou. Estava presa e sedenta...
- Deixa-me saborear o teu vício- pediu-lhe
Ele aproximou a boca da dela, enquanto ela a lambia avidamente.
Puxou-lhe a lingua, degladiou lingua com língua.... e... trincou-lha!!
- Nunca me deixes presa por um vício teu - disse-lhe ela ....enquanto ele gemia de dor.

rsrsrs ;-)


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.