Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Little Drop of Poison

veneno avulso com antídoto incorporado

veneno avulso com antídoto incorporado

Little Drop of Poison

02
Jan07

Sexo falado

antídoto

Segundo um estudo mundial sobre sexo, feito pela revista norte-americana Men`s Health, os homens portugueses são os mais adeptos das "aventuras de uma noite", apesar da maior parte confessar ser fiel às suas companheiras.
Realizado junto de 40 mil homens em 42 países, o estudo refere que 81 por cento dos portugueses diz-se adepto das "aventuras de uma noite", seguindo-se os brasileiros (77 por cento) e os australianos (65 por cento).
Entre as várias nacionalidades, os mais fiéis são os polacos (63 por cento), os alemães (61 por cento) e os portugueses (51,5 por cento).
Apesar das infidelidades, os portugueses não coleccionam parceiras, revelando o estudo que os homens de Portugal têm em média 7,68 parceiras ao longo da vida, número que contrasta com os 11,47 dos brasileiros.
O inquérito mostra também que os portugueses são uns "verdadeiros cavalheiros", preferindo a maioria (51,33 por cento) satisfazer o prazer das mulheres , valor só superado pelos indonésios (63,96 por cento). De acordo com estudo, 60 por cento dos italianos dizem ter levado sempre a parceira ao clímax.
O inquérito refere ainda que Portugal é dos países onde o tempo gasto com os preliminares é o mais curto, cerca de 16 minutos, próximos dos 15,8 minutos da média global e dos 17,44 minutos dos ingleses. Os mexicanos são os homens com "o desempenho mais longo", demorando 23 minutos entre os preliminares e o clímax, enquanto para os portugueses este intervalo é de 19,67 minutos. O estudo revela igualmente que os húngaros são os que têm mais criatividade sexual, pois experimentam oito diferentes posições por relação, seguidos pelos argentinos, com seis. Os portugueses ficam mais perto da média mundial, assumindo quatro diferentes posições por relação sexual. No que diz respeito ao número de relações sexuais por semana, os mais activos são os coreanos, com 4,5. Os portugueses têm 3,78.
A fantasia da "menáge a trois" é uma realidade para 19 por cento dos brasileiros, 17,5 por cento dos ingleses e 14 por cento dos portugueses, valor igual à média mundial.
Segundo o inquérito, os brasileiros lideram os países com maior consumo de pornografia (30 por cento), seguidos dos coreanos (29 por cento). Um em cada quatro homens portugueses (23 por cento) admitiu comprar pornografia.

Pergunta 1 - Será que somos todos uns grandes mentirosos?

Pergunta 2 - Se não, porque será que elas se queixam tanto?

Aguardam-se os comentários...

4 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2010
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2009
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2008
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2007
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2006
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D