Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Little Drop of Poison

veneno avulso com antídoto incorporado

veneno avulso com antídoto incorporado

Little Drop of Poison

25
Mai07

Estranho amor

antídoto
É frequente ouvir-se dizer que o motor do mundo é o sexo.
E, realmente, o sexo é um belo de um motor, que o é.
O que duvido é que seja ele o factor verdadeiramente essencial para o bem-estar das pessoas.
Esse acredito sinceramente que seja o amor.
Olho à minha volta e que vejo?
Gente delirante por estar a viver um amor correspondido, gente sofredora por um amor perdido, gente angustiada por medo do amor, gente deprimida por não ter ou não conseguir um amor, gente que se anula por amor, gente que sufoca o outro de amor...
Amor, amor, amor, amor, eis a receita para a felicidade e a razão maior da infelicidade.
Eu devo ter um defeito de fabrico, é raríssimo apaixonar-me, acho que as pessoas se confundem demasiadas vezes, sou céptico relativamente ao amor, sereno, descontraído, não sinto falta de nada, muito menos acho que a minha felicidade possa estar noutra pessoa.
Muito raramente acontece surgir alguém que me faz vacilar. Em que, de forma natural, as peças do puzzle encaixam quase todas, há compatibilidade intelectual, o sexo é uma loucura e, muito importante, existe verdadeira intimidade emocional.
Mas, voluntariamente ou não, acabo por voltar à primeira forma e reforçar a ideia de que assim é que estou bem, porque na realidade não há boas festas, o que há é festas boas e quanto mais melhor.
Não quero chegar ao ponto de afirmar que a paixão é uma pulsão biológica tendo como intuito a propagação da espécie e, muito menos, que o amor é um conceito ‘aprendido’, mas… pronto, pronto, não olhem assim para mim que eu sou inofensivo, calo-me já.
Enfim, pessoas, não desistam nem se encolham, pode sempre acontecer sentarmo-nos na palha e espetarmos a agulha no cu.
E, entretanto, não se esqueçam que o sexo é um belo de um motor.

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2010
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2009
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2008
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2007
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2006
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D