Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Little Drop of Poison

veneno avulso com antídoto incorporado

veneno avulso com antídoto incorporado

Little Drop of Poison

18
Jun07

A massagem

antídoto
Tinha sido uma semana terrível, mas finalmente o projecto estava delineado e aprovado.
A reunião terminara e de repente a energia direccionada ao objectivo esfumou-se e abateu-se sobre ele o cansaço das noites mal dormidas e do stress acumulado.
Sentia os músculos doridos da tensão acumulada. Recostou-se na cadeira, aliviou o nó da gravata e espreguiçou-se tentando sacudir a modorra que o invadia.
Conhecia-se o suficiente para saber que não conseguiria concentrar-se no trabalho, pelo que decidiu tirar o resto da tarde.
Saiu, meteu-se no carro e dirigiu-se ao clube, estava a precisar era de vinte minutos de sauna e uma massagem relaxante.
Já na cabine deixou-se invadir pelo prazer que lhe era transmitido pelo vapor quente, recapitulando as últimas horas e sorrindo para si mesmo. Ao contrário da maioria, gostava de saborear as vitórias a sós, revendo mentalmente todos os aspectos, projectando os passos seguintes e os resultados espectáveis.
O relógio disse-lhe que estava na hora da massagem, enrolou uma toalha à cintura, vestiu o roupão de turco e dirigiu-se à sala respectiva onde foi recebido por uma jovem morena que lhe indicou onde se deitar.
Sentiu primeiro o odor perfumado do óleo aquecido e depois as mãos firmes e suaves, em movimentos rotativos nas suas costas.
Ela trabalhou-lhe lentamente todos os músculos, mandando-o virar passados alguns minutos e recomeçando os movimentos, agora no peito e abdominais.
Depois passou para os pés e pernas, subindo suavemente até às coxas.
E foi aqui que não controlou uma erecção repentina e constrangedora.
Pensou em saltar dali, mas ela pareceu indiferente e não parou os movimentos, massajando-lhe o interior das coxas, tocando-lhe repetidamente com as costas das mãos no pénis latejante.
Não conseguia perceber se era propositado, se ela estava a divertir-se com a sua atrapalhação. Teve a certeza quando a mão dela o agarrou com firmeza e iniciou os movimentos rítmicos que o estavam a levar rapidamente ao êxtase.
Ouviu uma campainha e abriu os olhos.
.
Estava ainda na sauna.

7 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2010
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2009
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2008
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2007
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2006
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D