Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Little Drop of Poison

veneno avulso com antídoto incorporado

veneno avulso com antídoto incorporado

Little Drop of Poison

06
Abr07

Raio dos aceleras

antídoto
Cinco e meia da manhã, as luzes da discoteca piscaram a avisar os resistentes que era hora de fechar.
Corremos ao bar a pedir a última cerveja. Corremos não, cambaleámos, tínhamos estado toda a noite no jogo do quem aguenta melhor a bebida e estávamos os quatro perdidos de bêbados.
Finalmente lá saímos, aos tropeções. Sentia a cabeça oca e a zunir, da sobrecarga de álcool e decibéis, e aspirei o ar fresco da madrugada.
Entrámos no meu velhinho Dyane e os meus amigos ‘apagaram’ assim que se sentaram.
Competia-me guiar os longos oito quilómetros que nos poriam em casa. Sabia que era uma loucura conduzir naquelas condições, mas estava na idade em que ainda somos imortais, por isso concentrei-me, puxei de toda a lucidez e auto-controle de que fui capaz e lá arranquei.
Atravessámos lentamente as ruas desertas. Desertas e bem mais estreitas que o que pareciam na ida, mas enfim…
Depressa me adaptei às condições, percebi que só conseguia ir a direito com o nariz colado ao vidro e nem pensar em tirar os olhos da estrada, ou o sacana do carro ganhava vida e guinava para os lados.
Entrei na ponte, uma longa recta com uns dois quilómetros de extensão e respirei fundo, agora podia acelerar um pouco mais e assim fiz.
Ia a meio da ponte quando começo a ouvir as buzinadelas repetidas.
Fiz um esforço sobre-humano para manter o carro certinho na faixa da direita e deixar passar o idiota que não parava de chatear.
Apesar de não conseguir olhar para o velocímetro, a minha mente toldada dizia-me que ia a andar bem, pelo que até roguei umas pragas ao apressado.
Finalmente lá fui ultrapassado… pelo tractor agrícola.
Raio dos aceleras!



Tom Waits - Young At Heart
03
Abr07

Mania

antídoto
Procurou em todos os lugares onde ela poderia estar, tentou inúmeras vezes o contacto telefónico, mas em vão.
Sentia-se inseguro, com medo, inundado de ciúme, com a raiva a toldar-lhe o pensamento.
Ligou para amigos, colegas, para a mãe, mas ninguém sabia do paradeiro de Ana.
Dirigiu-se para o apartamento dela e usou a sua chave.
Revolveu e cheirou-lhe a roupa, vasculhou os bolsos dos casacos, procurou por cima dos móveis, dentro dos livros, nas gavetas…
Aqueles três anos de namoro estavam a resultar num tormento permanente para ele.
Sentia um ciúme doentio com a forma descontraída como ela fazia novas amizades, a maneira como falava com os colegas e amigos, a roupa que vestia.
Depois de inúmeras discussões, tinha-a finalmente induzido a deixar de usar biquíni na praia, coisa que pura e simplesmente não conseguia suportar.
Ligou o computador e preparava-se para lhe investigar os ficheiros, quando a ouviu a meter a chave na porta.
Dirigiu-se para ela, lívido, agarrou-a por um braço e apertou-o sem se dar conta, perguntando com voz alterada por onde tinha andado.
Ela soltou-se, olhando para ele e abanando a cabeça.
- Sempre a mesma coisa, ainda vais fazer com que não te consiga aturar. Tive um furo e estive à espera que o reparassem.
- E não tens um telefone?
- Acabou-se a bateria, que querias que fizesse?
Ele sentiu um alívio imenso, associado ao sentimento de culpa.
- Desculpa, querida, eu sei que tens razão, sou um parvo, mas é mais forte que eu, morro de ciúmes. Prometo que para a próxima vez me vou controlar, juro que vou deixar de fazer estas cenas…
Alguns minutos mais tarde, depois dele sair, ela faz um telefonema.
- João? Ufa, desta vez foi por pouco, mas escapámos…
Joss Stone - The Chokin Kind

Pág. 3/3

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2010
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2009
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2008
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2007
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2006
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D