22 comentários:
De antídoto a 4 de Abril de 2007 às 14:20
Uma flor nova no meu jardim? : )


De Flor a 4 de Abril de 2007 às 13:57
Verdade, verdadinha... ;)


De antídoto a 20 de Março de 2007 às 15:57
tsel - Só depois de algumas horas.

aenima - Sou tão feliz, pá, e estou melhor da corcunda e tudo.

toma - Quando não é um trilema : )


De toma lá Fresquinho a 20 de Março de 2007 às 14:37
é verdade que nada dura para sempre....é verdade que é bom sentir-mo-nos fora de controlo...

sempre fui assim como descreve a citação, no dia que deixei de ser ... espalhei-me...parece-me

e a dor que se tem no "dayafter", depois de tudo acabado, parece-me invariavelmente maior do que a felicidade que se teve no "durante"...

dilema do caraças!


De AEnima a 19 de Março de 2007 às 23:22
ah e tal... e agora tambem se dizia: Esse "pra la de contentinho" e' assim no "quase felizinho", ou ainda nao la chega?

Conheco a musica, sei-la toda.


De tsel a 19 de Março de 2007 às 16:52
Ai pá...tu n te cansas? :))

bêjos


De antídoto a 19 de Março de 2007 às 16:19
kruella - É esse o espírito.

mize - É preciso gostar da vida pela vida e não fazer depender a felicidade de terceiros.


De Mize a 19 de Março de 2007 às 12:10
também gosto da música, as usual...
para chegar a esse destino do " pra lá de contentinho " é preciso passaporte? :-)


De Kruella a 19 de Março de 2007 às 11:42
Nada na vida tem garantias...nem a própria, que pode acabar de um momento para o outro.
Em tempos fui (assim como a citação que põe em cima) fechada para os sentimentos! Mas há coisas que não controlamos e quando menos esperamos somos atropelados pela falta de lógica e racionalidade...e como sabe bem...e como nos sentimos realmente vivos! O mundo ganha as cores do arco-íris e a vida é mais bonita! E há que vivê-la...assim...enquanto se pode...porque nada dura para sempre...e isso garanto eu! ;)


De antídoto a 19 de Março de 2007 às 02:31
E pronto, aos poucos vão-me topando : )


Comentar post