Quarta-feira, 17 de Outubro de 2007
Ao longo dos anos tenho reparado, e sentido na própria pele, numa coisa que para muita gente é quase um princípio geral de actuação, quando lhes surge aquela coisinha boa do ‘namoro’. 
.
1 - Nasce o sentimento de posse;
2 - Instala-se o ciúme;
3 - E a tentativa de controle;
4 - Começam a viver em função do outro;
5 - Mas sentem que deixam de lhe poder falar sobre tudo;
6 - Fazem filmes demasiado apressados sobre o futuro;
7 - Vão abandonando o convívio de grupo com os amigos;
8 - Deixam de poder brincar e ser naturais com os amigos do sexo oposto;
9 - Surge a insegurança sobre o que o outro quer;
10 - E a dúvida relativamente ao que realmente querem;
11 - Inicia-se o meticuloso processo de querer transformar o outro.
 
Esqueci-me de alguma coisa?
 
Enfim, quando se poderia viver, tranquila e agradavelmente, uma fase boa da vida, acabam por transformá-la num drama pessoal, sem pés nem cabeça.
 
Há realmente muita gente que se dedica a estragar a própria vida, não há?
.
Música: Vanessa da Mata & Ben Harper - Boa sorte

Arquivado em: , ,

antídoto às 15:39 | link do post | comentar

39 comentários:
De OMelhorDasNossasIdades a 17 de Outubro de 2007 às 16:39
Nem mais! É exactamente isso, todas as fases...eu também tenho preferido o comodismo de não "estragar" a minha vida, mas será isso viver realmente, nada como um bom sofrimento de amor...

Su

...logo à 4ª um texto destes...


De antídoto a 17 de Outubro de 2007 às 17:04
Sorry, no que me diz respeito sou alérgico a sofrimentos.

E não é comodismo, pode-se estar com outro e não cair nas asneiras da lista.


De OMelhorDasNossasIdades a 17 de Outubro de 2007 às 22:29
Mas isso só com a prática...digo eu!?

Eu também sou alergica a sofrimentos, e ao pó...mas são alergias inevitáveis! ou se calhar até não...conta lá o segredo!

Su


De antídoto a 18 de Outubro de 2007 às 10:47
Dou formação aos fins-de-semana


De OMelhorDasNossasIdades a 18 de Outubro de 2007 às 13:54
e a morada é a do costume!?

Su


De antídoto a 18 de Outubro de 2007 às 14:27
Sim, não faço residências nem vou a hoteis.

Desculpa mas não resisti


De clara a 17 de Outubro de 2007 às 18:06
Muito boa música, é a q mais oiço no iPod.

Mesmo sem essas porcarias da tua lista (eu sou virtualmente incapaz de ter ciumes) há tantas e tantas maneiras de estragar uma relação.


De antídoto a 18 de Outubro de 2007 às 10:18
Pois há, mas não cabem todas num post : )


De AEnima a 17 de Outubro de 2007 às 21:44
Oh gajo... ultimamente so falas disto... mas tu andas com namorada nova ou que? Ve la se nao estragas tudo ficando um chato.

Nao conhecia esta musica, gostei. Esta uma boa combinacao :0


De antídoto a 18 de Outubro de 2007 às 10:20
E tu gostavas que eu falasse de?


De Maria Moura a 17 de Outubro de 2007 às 21:47
Nada disso, antídoto, andas equivocado, pá!
São só uns tirinhos que dão nos próprios pés mas fora isso está tudo bem!


De antídoto a 18 de Outubro de 2007 às 10:32
Estás a dizer que são uns coxos? : )


De isabel neto a 17 de Outubro de 2007 às 22:09
Há-de haver sempre quem não consiga perceber se é caindo ao fundo, ou ficando à tona que o ovo é são! E há sempre quem não se importe de arriscar... ou de decidir na pura ignorância... comer e arrotar!!!!Há quem esteja sempre a querer ver o fundo à panela. Outros passam pelo mundo a flutuar.... Mas aqui, neste cantinho, o gozo maior, mesmo, é ouvir! Ouvir esta música espectacular!!!


De antídoto a 18 de Outubro de 2007 às 10:33
Ouçamos...


De curiosa a 18 de Outubro de 2007 às 00:02
Eu ía comentar que só faltava dizeres uma coisa, mas antes resolvi reler o texto (curiosa qb e 'cabeça no ar' como sou) e com esta frase: “… sentido na própria pele,” prefiro escrever:
Nada a acrescentar. Estuda muito e tem a matéria em dia. Bom aproveitamento. Aluno atento. Boa concentração. Satisfaz muito bem. Atinge o objectivo nas relações. Deve continuar a empenhar-se e melhorar a sua capacidade de visualização das relações humanas.

Enfim, lindo menino, vai passar com vinte na disciplina de “Relações Humanas”!!! :P
Tu sabes... ;)


ps: puta dos sapos que nem lhes consigo ver as trombinhas para te mandar a língua de fora!


De antídoto a 18 de Outubro de 2007 às 10:35
Deixa que eu falo com eles, não quero que te falte nada.
Com os sapos, claro


De STAR a 18 de Outubro de 2007 às 00:37
Talvez não tenhas esquecido nada.
Mas eu sou daquelas que acredito que tudo na vida tem o seu tempo. Isto é, se começa a ser um drama, então é porque já não vale a pena continuar "esse caminho".Temos que seguir outro, por muito que custe... A vida é curta demais, para se sofrer...


De antídoto a 18 de Outubro de 2007 às 10:38
Daí o boa sorte no título.


De curiosa a 18 de Outubro de 2007 às 02:36
A 'Mata' anda a matar muita gente! Colmatamos??? Hoje apeteceu-me versejar... por todo o lado!!!

Já tens bilhetes de 'matador' no camarote???


De antídoto a 18 de Outubro de 2007 às 10:42
Não andas a tomar os medicamentos?

Traduz lá isto.


De Maria a 18 de Outubro de 2007 às 10:19
O medo da solidão acaba por ser mais forte e levar a extremos...


De antídoto a 18 de Outubro de 2007 às 10:43
O medo é todo um outro capítulo.


De a 18 de Outubro de 2007 às 10:38
O sentimento obsessivo de posse, dá sempre mau resultado...quando se dá por isso instalou-se o inferno...livra!!


De antídoto a 18 de Outubro de 2007 às 10:44
Eu até gosto d'um inferninho, mas não é desses : )


Comentar post

coisas ditas

Case Study: DSK

Fui raptado por extra-ter...

3 em 1 - Exemplos do que ...

Música pela paz

Ainda bem que não somos p...

Destroque-me

O que é uma pessoa defici...

Leva-me à minha rua

Inversão de valores

Tarde de mais

e arquivadas

Julho 2011

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Page copy protected against web site content infringement by Copyscape
blogs SAPO
subscrever feeds